Qual a diferença entre o curso de Comércio Exterior e de Relações Internacionais?

Qual a diferença entre o curso de Comércio Exterior e de Relações Internacionais

Se você tem vontade de atuar em uma profissão que te possibilite contato com diferentes países, você já deve ter ficado na dúvida com relação a essas duas áreas. Afinal, como saber se meu perfil se enquadra melhor no curso de Relações Internacionais ou no curso de Comércio Exterior? Quais as principais diferenças entre eles? O profissional de Relações Internacionais pode atuar no Comércio Exterior? 

Hoje, vamos buscar responder essas e outras dúvidas que podem estar passando pela sua cabeça nesse momento.

Quais as principais diferenças entre Relações Internacionais e Comércio Exterior?

Para iniciarmos vamos definir o que cada curso representa como área de atuação. As Relações Internacionais são as relações entre diferentes países, em termos políticos, econômicos e sociais. Já o Comércio Exterior, atua nas relações comerciais que esses países estabelecem entre si.

Assim sendo, podemos entender as Relações Internacionais como área do conhecimento que busca uma compreensão de diferentes sociedades e como elas se relacionam. E o Comércio Exterior como área do conhecimento que nos mostra os acordos comerciais que essas sociedades estabelecem e como ocorrem as trocas, compra e venda, entre elas.

O Comércio Exterior está diretamente relacionado à economia e o comércio, enquanto as Relações Internacionais se relacionam mais a questão social.

Como saber se meu perfil se enquadra melhor no curso de Relações Internacionais ou no curso de Comércio Exterior?

Busque identificar qual a sua maior motivação com relação a atuar em contato com outros países. A sua motivação é estar em contato com as diferenças culturais e entender o contexto histórico de cada país relacionando com os dias atuais? Ou sua maior motivação é entender as diferenças culturais pela perspectiva econômica e como negociar com cada país?

O curso de Relações Internacionais trabalha também as relações econômicas, mas como um fator de influência nas relações sociais, analisando o que essas relações econômicas geram para determinada sociedade. O Comércio Exterior já te coloca em contato com os processos comerciais, quais documentos são necessários nas importações e exportações e como funcionam os acordos internacionais.

Você se enquadra então, no perfil do profissional de Relações Internacionais, se você se identifica mais com questões sociopolíticas, gosta de estudar História, gosta de leituras, gosta de estudos geográficos e quer atuar mais diretamente com pesquisas, com intercâmbios, embaixadas, projetos migratórios e até a própria diplomacia. 

E o perfil do profissional de Comércio Exterior, como seria? Você gosta mais das exatas, busca o entendimento dos processos que possibilitam as trocas entre países, quais as exigências, quais fatores jurídicos regem essas relações,você gosta de entender todo o fluxo econômico que envolve cada país. E quer atuar mais diretamente com importações, exportações, transações cambiais e negociações internacionais.

E como profissional de Relações Internacionais, posso atuar no Comércio Exterior?

Há espaço sim para você atuar no Comércio Exterior, é bem comum encontrar estudantes de Relações Internacionais atuando nessa área. Claro, você terá que aprender os processos de importação e exportação e principalmente as normas jurídicas e acordos internacionais de cada região. Mas você pode sim, relacionar esses dois cursos na sua vida profissional.

Seja qual for a sua decisão, o Comércio Exterior ou as Relações Internacionais, são áreas fascinantes e que agregam muito uma a outra. Vale muito a pena buscar esse diálogo com as duas áreas como forma de ampliar a sua percepção e atuação.

Gostou? Tem mais dúvidas? Deixe nos comentários e nos acompanhe nas redes sociais e no nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *