Comex com a Argentina: questões culturais e as vantagens do Mercosul.

Argentina

A relação Brasil e Argentina é uma relação complexa. Devido há processos históricos existe entre nós e nossos vizinhos argentinos questões que podem dificultar uma aproximação maior. É normal que entre países que dividem fronteiras exista histórico de disputas e rivalidades, porém precisamos analisar com cuidado esses processos para que não venhamos a perder boas oportunidades de negócios por questões de compreensão cultural.

Por esse motivo, hoje iremos abordar o Comércio Exterior com a Argentina e suas questões culturais, além de comentar algumas vantagens que o Mercosul representa para as negociações internacionais.

A Argentina está entre os países dos quais o Brasil mais importa, representando um mercado com preços bastante atrativos visto que o Mercosul garante tarifas com valores reduzidos e vantagens comerciais.

A Argentina também é uma boa opção para destinar as exportações brasileiras, principalmente manufaturados. Para empresas que estão iniciando a sua internacionalização, por exemplo, exportar para um país próximo, com um idioma bastante semelhante ao nosso, e que oferece custos mais reduzidos, pode representar um grande diferencial. Outro fator que torna a Argentina atrativa é a possibilidade de frete terrestre, opção com valor muito reduzido se comparado ao frete marítimo ou aéreo. E precisamos lembrar também do fator cambial, com o dólar variando de valor, a negociação em peso se torna uma opção bem mais sólida e menos instável.

Para você entender melhor o Mercosul, recomendamos a leitura de Conheça As Principais Regras de Exportação No Mercosul! e Você sabe o que é o Código Aduaneiro do Mercosul?

Mas você sabe quais são as diferenças culturais entre Brasil e Argentina que podem dificultar o seu acesso às vantagens do Mercosul? Listamos abaixo algumas delas:

Pontualidade

Tanto argentinos quanto brasileiros pecam bastante em questão de pontualidade. Na Argentina os atrasos de até meia hora são bastante comuns, o que pode passar uma falsa ideia de que atrasos por parte de estrangeiros são perfeitamente tolerados, cuidado! Assim como no Brasil, apesar da fama de atrasarmos muito, não gostamos de ficar esperando não é mesmo? Então seja pontual!

Escolha bem as palavras

Os argentinos valorizam muito uma linguagem culta e o uso correto da gramática. Atente para o uso de “usted” quando em uma negociação e não utilize “tu”, pode soar falta de educação. Principalmente para o sul do Brasil que está acostumado com a utilização do “tu”, pode acabar passando essa expressão sem notarmos. Essa palavra em espanhol dá um ar de intimidade que em certas situações pode ser muito invasiva.

Cada coisa a seu tempo

Se você vai almoçar ou jantar com um exportador argentino, saiba que esse não é o momento para falarem de negócios. Os assuntos de negociação devem ser tratados em reuniões, almoços e jantares devem ser momentos para outros assuntos. Da mesma forma, entregar um presente em ambiente profissional pode ser delicado. Essa atitude deve acontecer quando já houver uma relação mais pessoal.

Vivacidade

Se negociar com exportadores europeus normalmente significa uma postura mais neutra, menos próxima e mais afastada, com argentinos saiba que as reuniões serão de muita comunicação, normalmente em tom mais alto, com interrupções recíprocas e muito descontraídas.

Evite assuntos delicados

Seria bastante desagradável se um exportador alemão comentasse com você em uma negociação sobre o 7 x 1 da Copa, não é mesmo? Da mesma forma, evite tratar com os argentinos assuntos delicados de sua história como Guerra das Malvinas, ou ditadura militar. Há tantos assuntos interessantes para se tratar, como o tango, as belezas naturais do país ou o futebol que eles são apaixonados. E só para deixar claro, nada de rivalidades entre o futebol de lá e daqui, lembre-se, respeito é fundamental!

Portunhol não é espanhol

As semelhanças entre nossos idiomas, enganam. É preciso estudo para evitar cair no famoso portunhol, lembre-se que os argentinos valorizam uma linguagem adequada e correta, então se prepare, estude, tenha um conhecimento razoável do espanhol. Atente também para peculiaridades da Argentina, como o uso do ‘’vos” em substituição do “tu”.

Burocracia

Assim como no Brasil, a burocracia é bem expressiva na Argentina. As negociações podem se prolongar bastante, levarem horas e até se estenderem por mais de uma reunião, até que cada detalhe seja ajustado. As relações pessoais são bastante valorizadas, então ter bons contatos pode fazer toda a diferença.

E você, já foi para Buenos Aires? Preparado então para conhecer Buenos Aires e fechar novos negócios? Deixe abaixo a sua opinião sobre como foi conhecer ou nos comente sobre o que você acha tão fascinante sobre lá?

Acompanhe nosso blog para mais conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *