Cadeias produtivas na indústria: como otimizar?

Cadeias produtivas

Com o passar dos tempos, percebeu-se que dividir atividades maiores em menores, em grande escala, resulta em um melhor desempenho a nível quantitativo e qualitativo. Com base nisso, surgiram atividades mais especializadas até culminar nas cadeias produtivas que temos atualmente.

Como funciona, o conceito, e importância para a indústria são passos iniciais para a obtenção de ideias que contribuem positivamente para seu aperfeiçoamento e será esse o objetivo do presente artigo.

Diferença entre cadeias produtivas e cadeias de suprimentos

Quando se fala das diferentes etapas em que a matéria-prima precisa passar até chegar ao produto final e sua disponibilização do mercado, está se falando em cadeias produtivas.

As cadeias produtivas estão diretamente relacionadas aos diversos processos pelos quais os insumos precisam passar até se ter o produto acabado, porém ela compreende apenas a organização.

Já a cadeia de suprimentos atua como o conjunto de empresas, independentes entre si, que trabalham de maneira harmoniosa a agregar valor ao produto junto ao usuário final.

Na cadeia de suprimentos – ou Supply Chain –  diferentes agentes atuam para atender necessidades do consumidor final. As necessidades são relacionadas a um produto específico e o fluxo de informações segue em duas direções. Essas são importantes para tomada de decisão, mudanças comportamentais e otimização do desempenho.

O Supply Chain abrange aspectos ligados à:

  • compra de insumos;
  • armazenamento;
  • transporte;
  • embalagem;
  • distribuição;
  • venda;
  • transformação;
  • marketing;
  • controle financeiro;
  • atendimento ao consumidor;
  • estrutura física.

E todos os aspectos que estejam ligados à fabricação do item até chegar ao consumidor.

Ele abrange os vários processos e caminhos pelos quais o produto deve passar até ser entregue ao consumidor final.

Dessa forma, a cadeia produtiva está inserida na cadeia de suprimentos.

Quando os diferentes agentes responsáveis por cada uma das etapas da cadeia agem com sinergia, tem-se um maior controle sobre o resultado e a qualidade do item produzido.

Dicas importantes para otimizar os processos produtivos industriais

Tratando-se de cadeias produtivas, é essencial partilhar as expectativas do produto acabado junto a fornecedores e toda equipe que participa dos processos de produção. Ou seja, buscando uma maior integração entre os pares, isso auxilia no direcionamento dos esforços para um resultado comum. Além disso:

  • Um dos passos importantes para melhorar os processos produtivos é adotar um modelo de gestão alinhado com a atividade que se desempenha e com o porte da empresa, permitindo um controle de dados de cada etapa do processo.
  • Ter fácil e rápido acesso a informação ajuda a identificar gargalos, reduzir gastos e evitar desperdício.
  • Conhecer o trabalho dos fornecedores, como é obtida a matéria-prima e como ela é processada ajuda a alinhar os insumos com o resultado final esperado.
  • Adotar uma logística adequada contribui para dar mais rapidez e torna mais fluida a produção, além de garantir a preservação das características dos produtos.

Tratando-se de indústrias a cadeia produtiva é ponto fundamental. Ela deve ser objeto de atenção não apenas de gestores, mas de todos aqueles que de alguma forma participam do processo.

A falha em um dos níveis pode impactar em todos os outros. Isso pode repercutir de maneira negativa não apenas nos lucros, mas também na imagem da marca no mercado. Um modelo que se atente a todas as fases dos processos e uma equipe totalmente envolvida e alinhada com o resultado final esperado é essencial para um produto final de qualidade.

Além de otimizar a sua produção, fique por dentro de tudo que envolve o comércio nacional e internacional através dos nossos conteúdos. E, se quiser fazer negócio com quem entende do assunto, entre em contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *