Conheça as 5 principais inovações em TI: entenda como sua empresa pode se adaptar

inovações em TI

Nos últimos anos, a inovações em TI deixou de ser uma escolha e se tornou uma necessidade.

Vivemos em um mundo globalizado, em que as relações e trocas de informações são muito rápidas e constantes. Grande parte disso se deve à implementação massiva da tecnologia em todos os campos, seja o social ou profissional.

O cenário atual é de mudanças tão intensas no que diz respeito à tecnologia, que é conhecido como a 4ª Revolução Industrial – a famosa era das Indústrias 4.0.  

As empresas que querem continuar a crescer precisam estar atentas às mudanças e preparadas para implantar as inovações em TI que surgem a todo momento. Só que com tanta tecnologia por aí, como saber qual adotar e como fazer da melhor forma?

Nesse artigo, separamos 5 das principais inovações em TI para ajudar sua empresa a se fortalecer mesmo em mercados muito competitivos!

Inteligência Artificial (IA)

Softwares, dispositivos físicos e serviços com inteligência artificial já são uma realidade. A capacidade de resolver problemas e realizar funções de forma autônoma, sem o esforço humano, é algo que otimiza vários processos dentro de uma empresa, além de reduzir consideravelmente o tempo gasto para a tomada de decisões.

Um exemplo de IA implantado atualmente é a forma como o Google organiza sua busca. Através de mecanismos de Inteligência Artificial, o software determina a ordem de relevância dos sites apresentados. Existe uma série de critérios, alguns gerais e outros personalizados, conforme suas preferências de navegação, buscas passadas e interações sociais.

A IA é uma tecnologia interessante, mas alguns pontos precisam ser levados em conta para sua implantação. É necessária uma equipe capacitada para a criação de modelos matemáticos e programação, além de profundo conhecimento sobre os processos executados pela empresa e também sobre o mercado consumidor.

Internet das Coisas (IoT)

A Internet das Coisas, ou Internet of Things, já é uma tecnologia bastante presente na vida de muitas pessoas. De televisões e celulares a eletrodomésticos, suas aplicações são diversas. Segundo pesquisa da Gartner, até 2020 serão 20 bilhões de objetos conectados, por isso essa é uma tendência que chama muito a atenção do mercado.

Em resumo, Internet das Coisas consiste em uma abordagem que vista a integração entre objetos físicos, veículos, prédios e dispositivos que possuem tecnologia embarcada, sensores e conexão com a internet.

Funciona como um sistema complexo, capaz de coletar e transmitir dados entre os itens conectados e, assim, permite maior controle sobre processos de empresas e indústrias.

Nas empresas, a IoT pode ajudar muito na melhoria da qualidade dos produtos oferecidos, uma vez que fornece dados operacionais em tempo real. Com isso, gestores e operadores podem tomar decisões com muito mais rapidez e assertividade.

Blockchain

A blockchain é uma tecnologia que se caracteriza por bases de dados registrados, distribuídos e compartilhados digitalmente, cujo objetivo é garantir que o código registre, permanentemente, todas as transações e negociações que ocorrem através dele.

O conjunto de transações é colocado no que é conhecido como blockchain, que fica protegida por uma complexa criptografia. Isso evita que terceiros acessem e, ainda, por ser um registro permanente, transações anteriores não podem ser alteradas sem deixar rastros, garantindo confiabilidade e transparência nas negociações.

Machine Learning (ML)

O Machine Learning está bastante ligado à Inteligência Artificial. Parte da ideia de um sistema que seja capaz de tomar decisões sozinho, usando a Inteligência Artificial como instrumento.

Com base nessa capacidade de autoaprendizado proporcionada pela IA, entra a aplicação do Machine Learning. Os aprendizados adquiridos servem como insumos para que as máquinas possam, de forma autônoma, definir novos padrões, otimizar esforços e resultados e facilitar a resolução de problemas.

Isso pode ser usado, por exemplo, na hora de prever falhas nos equipamentos, através de análise de informações sobre a máquina em funcionamento. Assim, tem-se maior previsibilidade no planejamento de manutenções e redução dos riscos ocupacionais.

Big Data

Para que todas essas tecnologias funcionem, é necessário que exista uma forma de armazenar e analisar a enorme quantidade de dados gerados pelos equipamentos, usuários e sistemas.

O Big Data entra como a ferramenta que resolve essa demanda. Por intermédio dele, todos os dados serão devidamente armazenados, de tal forma que possam ser analisados de forma integrada, rápida e de fácil acesso.

Num contexto de concorrência mundial, essas tecnologias já estão sendo implementadas nos mais diversos nichos de mercado. Se sua empresa ainda não se adaptou, é altamente recomendado que comece – assim, você conseguirá se destacar no mercado antes de seus concorrentes.

Quer saber mais sobre as principais inovações em TI para empresas e indústrias? Baixe nosso e-book sobre as principais transformações tecnológicas que estão acontecendo nas empresas e indústrias do Brasil e do mundo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *